Cellumetric, da Vichy – Eu testei!

Nunca foi segredo a minha desconfiança em relação a cremes anticelulite. Até fiz um post sobre isso, onde várias leitoras amenizaram o meu ceticismo ao falar de produtos que tinham funcionado pra elas. É verdade também que não dá pra falar de ‘celulite zero’ baseada apenas em cremes: celulite envolve questões hormonais, alimentares e de estilo de vida que a gente tá cansada de conhecer, apesar de no íntimo desejar que os cremes ajam milagrosamente.

Por isso, quando em novembro a Vichy me convidou a experimentar o Cellumetric*, minha primeira reação foi de desconfiança: porque não acredito muito em anticelulite e também por achar que essa é uma categoria de produto cuja performance é difícil de avaliar. Pelo menos pra mim que não sou cientista.

Usei e me surpreendi positivamente. Mas também me perguntei se houve um benefício real com o Cellumetric ou se o efeito foi  mais psicológico, devido à sensação de bem-estar que  rola quando você se cuida mais (uma coisa bem na vibe Linda Wells)?

Pra minimizar as chances de um provável efeito placebo, fiz assim: em vez de usar 14 dias seguidos como sugere a marca, usei alguns dias e parei; voltei a usar e parei de novo. Então consegui notar algumas diferenças entre o período de uso e o período sem uso. Porém, não se trata de passar a ter zero celulite, mas de perceber uma melhora no aspecto da sua pele.

Minha experiência foi mais ou menos como a da Nathália que, naquele post já citado, comentou sobre um produto da RoC: «O único problema é que não consigo me manter usando por muito tempo, então quando paro uns 2 meses de usar, a celulite volta». Isso então me faz pensar: será que produtos como o que a Nathália usou e o Cellumetric funcionam tipo aqueles cremes faciais com efeito tensor? Ou seja: você aplica e, em poucos dias, percebe a melhora, porém não se trata de uma solução ‘pra sempre’ e desvinculada do seu estilo de vida. Talvez seja por aí.

 

A conclusão? Penso que alguns cremes minimizam sim a celulite, mas jamais te deixarão com ‘celulite zero’ (se é que isso existe). Pra minimizar permanentemente e prevenir tal praga,  a receita é tão antiga e conhecida quanto negligenciada: alimentação equilibrada e atividade física, porque milagre nesse caso não existe, néam?

Impressões pessoais registradas, resumi aqui algumas informações oficiais da marca, pra você que ficou curiosa sobre o produto:

Cellumetric é um dermocosmético que combate a celulite em 14 dias. Com ação intensiva non-stop, que ataca diretamente a celulite incrustada e age na redução de gordura localizada, foi desenvolvido de forma a se adaptar ao ciclo metabólico do corpo, agindo de dia e durante a noite.

De DIA, reduz o aspecto de casca de laranja: o Serum Lipo-Fragmentante, com Cafeína + Manganês, fragmenta o tecido gorduroso e alisa o aspecto casca de laranja.

À NOITE, reduz o volume: o Gel Queimador de Lipídeos, com Cafeína + Rutina, acelera a queima de lipídeos e evita sua re-estocagem.

Cellumetric vem num kit com 28 sachês individuais – 14 pro dia e 14 pra noite – e está disponível nas principais redes de farmácias do Brasil.

* O produto foi cortesia da marca